Início » Viver Conectado Interfere No Seu Bem-Estar?

Viver Conectado Interfere No Seu Bem-Estar?

por Andrea Alves
VIVER CONECTADO INTERFERE NO SEU BEM-ESTAR?

Apesar da sua imensa contribuição positiva, o uso da internet e das redes sociais em excesso pode ter relação com o aumento da ansiedade e da depressão. Entenda como isso pode acontecer e saiba como usar esses recursos para o bem

Uma ótima ferramenta para obter informações, trabalhar, interagir e estreitar laços com pessoas queridas. A internet chegou para ficar acompanhada de todos esses benefícios.

No entanto o uso exagerado da internet e das redes sociais pode fazer mal à saúde e estar associado à ansiedade e até à depressão. A conclusão é de Jean Twenge, professora de psicologia da Universidade de San Diego.[1]

Outra especialista em fisiologia cerebral da Universidade de Oxford, Susan Greenfield, conta que os adolescentes americanos gastam em média 30 horas semanais na internet. “São quatro ou cinco horas por dia não caminhando na praia, não dando um abraço, não subindo em árvores, não fazendo todas as coisas que as crianças costumavam fazer”[2].

“Temos a tendência em viciar em tudo o que sentimos prazer”, diz a psicóloga Maria Fernanda Cunha Cassavia. Ela aponta a internet como um recurso que pode servir tanto para criar coisas muito boas e interessantes quanto para fugir da realidade.

Ou seja, é apenas uma ferramenta, não o vilão. “Vai depender de como se usa. Algumas pessoas tem a tendência ao vício, outras são destrutivas. A internet ‘não causa’ nada mas, sim, pode potencializar um problema que a pessoa já tem.”

De acordo com um estudo conduzido por neurocientistas da Universidade do Sul da Califórnia e de outras universidades (2014), a internet pode viciar. Quando se trata de redes sociais, por exemplo: essas redes acionam as mesmas partes do cérebro que o vício em substâncias[3].  A pesquisa ainda aponta o excesso em aplicativos de mensagens como um dos principais gatilhos de problemas de irregularidades de sono e ansiedade.

“Vivemos em uma sociedade que parte de pressupostos comparativos. Sempre gostaríamos de viver a vida do outro, por imaginar que seja melhor. No caso das redes sociais que são basicamente visuais, não é a realidade, é um momento congelado, uma realidade ‘editada’ que se interpreta e se compara”, conclui a Dra Cassavia.

Mas como saber quando é demais?

Preste atenção em alguns alertas:

  • Se os seus amigos ou familiares reclamam que você não dedica mais atenção a eles.
  • Se você sente-se mais angustiado depois de usar a internet e as redes sociais.
  • Observe com que frequência você acessa a rede: frequentemente deixa de fazer algo que poderia ser divertido no mundo real para permanecer na internet?
  • Você já deixou de viajar porque não era possível acessar a internet?

Você acha que passou dos limites e não consegue controlar-se sozinho? Talvez seja hora de procurar ajuda profissional.

Onde Tratar:

  • Instituto Delete (RJ):

https://www.facebook.com/Institutodelete/

Fonte: https://br.blastingnews.com/sociedade-opiniao/2015/07/a-influencia-da-internet-na-vida-das-pessoas-00466575.html

Cuidado! Direção e Internet não Combinam

Mesmo no trânsito há quem não consiga livrar-se da internet. De acordo com o Denatran, as multas aplicadas pelo uso de celular ao dirigir subiram de 203.985 em 2017 para 507.473 em 2018. Uma média de 56 a cada hora. Dirigir usando o telefone celular é considerado infração de trânsito e está sujeito à multa.

Fonte: https://globoplay.globo.com/v/7984575/


[1] Autora do livro “A Epidemia do Narcisismo” (Free Press, 2010) https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2017/09/has-the-smartphone-destroyed-a-generation/534198/

[2] https://veja.abril.com.br/ciencia/o-ambiente-digital-esta-alterando-nosso-cerebro-de-forma-inedita-diz-neurologista-britanica/

[3] https://www.researchgate.net/publication/269414387_Examination_of_neural_systems_sub-serving_facebook_addiction?amp%3BenrichSource=Y292ZXJQYWdlOzI2OTQxNDM4NztBUzo0MjQ1NDI5MjY1Nzc2NjdAMTQ3ODIzMDMyOTI0Ng

Você pode gostar

Utilizamos cookies para proporcionar melhor experiência online. Ao navegar aqui, você concorda com nossa política de privacidade e o uso de cookies. Aceito Leia mais